Escolhi aqui estar, escolhi sonhar que as festas podiam durar uma eternidade. Divirtam-se, não espero menos que isso!
Segunda-feira, 9 de Abril de 2007
Festa porque as asas são pra voar!!!!!

 

 

 

 

 

 

Caminhava pela cidade no meio de tanta gente e no entanto cada vez mais sozinha, abstraída do barulho, perdida nos seus pensamentos, que viajam a milhares de quilómetros dali, quando de repente, tropeçou em qualquer coisa, que lhe prendeu a atenção (assim tipo íman) que seria aquilo? Porque estaria tão segura que devia parar e descobrir o que se passava? Não sabia… mas achou que a resposta estaria ali.
 
Que estranho, pareciam mesmo umas asas… seriam? E porque estariam ali enterradas?
 
Achou que sempre soubera a resposta, mas tinha optado por ignorar. Estava na altura de dizer, basta, de olhar em frente.
 
De repente, vindo não sei de onde, subtilmente instalando-se a seu lado, surgiu, uma sombra, que com o passar do tempo foi ganhando forma (e que forma, ui, ui!!!!!). E as perguntas, inevitáveis:
 
- Queres ajuda?
- Queres voltar a voar?
 
Aquela voz, fez com tomasse consciência que a vida pode e deve ser aproveitada de outra forma, aquela voz despertou sentimentos que estavam esquecidos, principalmente o reconhecimento de si própria, das suas capacidades, do seu valor.
 
Aquele ser tornou-se indispensável, protector, amigo, refúgio, partilhou dores, alegrias, lançou desafios, abanou os alicerces, já de si frágeis (tipo bambu ao vento), quebrou gelo, derreteu pedra, deu e recebeu, dá e recebe ainda.
 
O dia passava depressa e a noite vinha com promessa de novo desafio, de mais “trabalho” (o raio das asas, estavam presas e de que maneira) mas não estavam ali por acaso, e tinham de ser libertadas, soltas, para que pudessem mostrar toda a sua beleza, todo o seu esplendor.
 
Abertas abrangiam o mundo inteiro, e quem olhasse para cima e as visse, conseguia perceber que a luz do sol, passava entre as penas, não faziam sombra, a nada, nem a ninguém.
 
 
Afinal uma coisa ela tinha percebido, aquelas asas eram suas… por direito… porque sim… porque tinha nascido com vontade de voar!!!!!
 
 
Os trabalhos continuam, mas cada dia que passa os movimentos tornam-se mais leves, mais seguros, mais harmoniosos, e caminham para a libertação total.!!!!!!
:)
 
 

tou assim a modos que a bem dizer muito:: muito pesquisadora
estou a sentir: "Dust in the Wind" - Kansas

organizado por: minizinha às 19:04
ligação ao texto | reacção na hora | favorita-me

1 comentário:
De Sandra a 11 de Abril de 2007 às 09:30
ó gajinha linda, se as asitas são pa voar avoa né?? num percas tempo e amanda te do alto duma montanha :)) nos sonhos craro q na bida real podes taleijar e assim :)) e num cremos isso creduuuuuuuuuuuuuu .

xinhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuus muis pa tu da lua



a hora de reagir

MINIZINHA
Leituras
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


AGORA

Festa ...

FESTA DE 2009 - DIA CINZE...

Festa do estou em Casa!!!...

Festa do Lobo que não é!

... Esta é pra ti PH (pra...

Festa ... Eu Estou Egoist...

Festa do "Afasta as Bruxa...

Festa do Amor!

Festa das Estórias I - O ...

Festa porque as asas são ...

ANTES
relógio

estás cá!
online
dicionário